Argentina

Tinto, Pinot Noir, 2004

Vinícola: Bodega Salentein

Preço: R$ 75,00 (média no Brasil)

Recentemente o Guto, um amigo meu de longa data, viajou à Argentina e perguntou se eu queria alguma coisa de lá. Óbvio: vinho! Sabendo que o preço que praticam por lá é mais honesto do que no Brasil, e ainda em pesos, pedi a ele para trazer algumas garrafas. Passei a ele uma lista de possibilidades e deixei que trouxesse o houvesse disponibilidade. Surpresa total.

Na semana passada ele me ligou dizendo para eu buscar uma caixa com seis garrafas. Na verdade seis deliciosas surpresas. Esse Salentein é um deles.

Vou abrir apenas um parênteses antes de falar do vinho: Pinot Noir no Brasil é um desafio: se você tem dinheiro sobrando, não tem o que se preocupar, já que a partir de R$ 70,00 se consegue bons vinhos dessa uva. Agora se você é como eu, que não acende churrasqueira com nota de 50 paus, é uma loteria achar um vinho razoável abaixo disso. Sendo assim, não costumo arriscar comprando porcaria e acho que você deveria fazer o mesmo. Se estiver morrendo de vontade de beber um pinot noir, economize e compre um decente!

Mas voltando ao vinho…

Esse é um delicioso pinot noir. Muito elegante e suave, descansa por 10 meses em carvalho francês. Tem uma linda cor granada e com um halo de evolução bastante pronunciado. Muitas e muitas lágrimas no copo. Simplesmente 15.5% de álcool! Esse foi o vinho com maior teor alcoólico que já bebi, mas de tão bem feito, não aparenta.

Os aromas principais são de frutas vermelhas, principalmente cereja, amora e especiarias. Com algum tempo aberto, outros aromas apareceram como: café torrado, chocolate e tabaco. Na boca se confirmou a cereja e o café. Taninos aveludados, boa acidez e nenhum amargor. Muito persistente na boca.

Show de bola, quer dizer, de vinho!

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!