Semana passada, estive na degustação dos vinhos da linha Cinco Sentidos, promovida pela Importadora MM Vinhos em parceria com o Armazém Gourmet. Foi uma ótima oportunidade de conhecer melhor outros vinhos dessa linha, que das versões básicas, já havia provado e aprovado.

Conheci outras pratas da casa MM Vinhos e por feliz coincidência, conheci meu xará, consultor de vinhos e blogueiro, Alexandre Santucci, do blog Descomplicando Vinho, que conduziu toda a apresentação e degustação. Mas vamos aos vinhos:

Cinco Sentidos Torrontés 2007
De cor palha esverdeado, tem aromas marcantes de frutas cítricas como lima, além de notas florais. Na boca tem ótima acidez e apesar dos 14.1% de álcool, não se nota. Muito equilibrado. Um torrontés de personalidade.

Cinco Sentidos Malbec 2004
Ess malbec já provei em outra oportunidade e gostei, porém acho que já está no limite de seu consumo. Mesmo sem toda aquela vivacidade da fruta que notei na primeira vez que experimentei, mantém os aromas de baunilha e couro e bom equilibrio na boca.

Cinco Sentidos Cabernet Sauvignon 2003
Mesmo sendo um ano mais velho que seu irmão malbec, esse cabernet se saiu melhor. Esses 6 anos na garrafa lhe conferiram um caráter evoluído bem interessante, como aromas de tabaco e menta. No paladar é saboroso, de corpo médio e taninos finos.

Cinco Sentidos Reserva 2004
Logo que foi servida a taça, os aromas de caramelo encheram a sala. Aromas complexos e intensos de cereja madura, baunilha e tostado, ele estagia por 12 meses em barricas de carvalho americano e francês. Na boca é carnudo, taninos aveludados e final longo. Para mim esse foi a grande surpresa da noite e ótimo custo-benefício.

Cinco Sentidos Grand Reserva 2004
Assim como o reserva, um vinho interesantíssimo que passa 18 meses em barrica, mas diferente do anterior, esse é mais elegante do que potente. No nariz aparecem as frutas como framboesa e cereja, baunilha e café. Na boca tem bom corpo, taninos finos e adocicados, boa acidez e final longo. Um grande vinho que ainda tem alguns anos pela frente na garrafa.

Cinco Sentidos Tardio
Provo muitos vinho de sobremesa, mas esse foi diferente. É um corte de chardonnay/torrontés e que passa por madeira. Muito aromático com frutas cítricas maduras e mel, mas que não tem a untuosidade normal desse tipo de vinho. É muito leve, ligeiro na boca e doçura comportada. Vale a pena experimentar.

Depois de tudo, ainda provei o Cavia Reserve Malbec, da vinícola Antigal, também um show de malbec, com muita fruta negra, especiarias no nariz e na boca, saboroso e equilibrado.

Só faltou mesmo experimentar os vinho da Axel e La Playa, mas esses ficam para uma próxima oportunidade. Ótima noite!

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!