Esse espumante conheci em um almoço, que foi gentilmente oferecido pelo meu confrade Daniel (Vinhos de Corte). Entre uma conversa e outra, um zinfandel e outro, ele ofereceu esse espumante portugês, para acompanhar uma salada de palmito e palta, aliás sensacional.

É um espumante feito com duas uvas típicas portuguesas, Baga e Bical, que como resultado, um vinho de cor alanjada, aromas de frutas frescos e delicados de flores. Boa acidez e certa cremosidade na boca.

Um espumante simples, mas bem feito e acompanhou a salada com perfeição.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!