Esse delicioso Camigliano meu amigo Eduardo dividiu comigo dia desses (novamente). Uma linda cor rubi translúcida na taça, aromas intensos de frutas vermelhas frescas, médio corpo e já esperada acidez marcante dos vinhos da Toscana.

O vinho por si só é fantástico, mas a história especificamente é muito engraçada e cada garrafa, o Eduardo repete a história e rimos juntos novamente.

Segundo a lenda, Eduardo estava um dia no Carrefour e viu algumas garrafas desse vinho na gôndola sem preço e desconfiado, foi ao caixa perguntar o preço. Depois de muito procurar, a moça que o atendeu, não achou o preço do bendito vinho. Por fim, querendo resolver logo a situação, perguntou ao Eduardo:

– “Moço, esse vinho é seco ou doce?”
Eduardo respondeu:
– “Oras…é seco.”
– “Resolvido então. Vou passar o preço igual a esse daqui, olha. R$ 11,90. Tudo bem?”

Por fim, o Eduardo esvaziou a gôndola e levou as seis garrafas que havia no supermercado e desde então, combinamos de abrir uma garrafa por ano, para ver como o vinho evolui e logicamente, dar boas risadas.

O vinho? Evoluindo que é uma beleza…
😉

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!