Esse com certeza foi um dos vinhos que me surpreenderam no Encontro de Vinhos 2011.

Quase no final do evento, que aliás foi um sucesso, eu e o Claudio, do Le vin au Blog, encostamos no stand da Dominio Cassis e eis que o simpático senhor nos serve esse tannat, de garrafa absurdamente pesada e conteúdo delicioso.

Ficamos impressionados na hora e o Claudio disse na sequência: “imagine agora esse vinho e uma carne suculenta?”. Como já estava no final da feira e a fome brotou violentamente com essa frase, fomos nós conhecer o North Grill, indicado também na feira pela Denise Cavalcante. Compramos a última garrafa do stand e partimos.

Chegamos eu, Vanessa e Cláudio com nosso tannat debaixo do braço e fomos gentilmente recebidos pelo maitre. Um lugar muito bonito, charmoso e aconchegante. Pedimos então um belo bife de chorizo acompanhado de batatas rústicas e palmito pupunha assado.

Digamos que o vinho harmonizou assim de forma perfeita! Com aromas de fruta negra bem madura, terra molhada e taninos bem domados, corpo leve e ótima acidez, não passou por cima da carne, fato aliás que tem me chamado muita atenção: muita gente acredita que vinhos de uva tannat SEMPRE harmonizam com carne vermelha. Eu acho que nem sempre.

Vinhos muito tânicos, acabam por tomar conta e passar por cima da carne sem dó, por isso prefiro os vinhos com taninos um pouco mais moderados, que não briguem com a gordura da carne, e sim se complementem em textura.

E foi assim com o Abraxas, uma perfeição, que deixou esse encontro de amigos também perfeito.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!