Mais um vinho escolhido para a Confraria Brasileira de Enoblogs. Este mês o tema foi dado pelo co-fundados da CBE, o Gil Mesquita do blog Vinho para Todos:

“Vinho tinto do Uruguai, com preço até R$ 100,00”

Coincidentemente, neste mês de estive no Uruguai visitando algumas vinícolas por lá e então resolvi decidir o vinho por lá mesmo. Nada mais adequado não? 😉

Depois de provar muitos e muitos vinhos e praticamente decidido qual seria o eleito para o tema, no último dia de viagem, voltei ao restaurante El Fogón, onde comecei a viagem e vi o inusitado Abraxas 2002 na carta. O Abraxas é produzido pela Dominio Cassis e feito 100% da uva tannat.

Conheci esse vinho numa outra oportunidade muito feliz e relatei aqui, mas ainda não havia bebido um Abraxas mais antigo e este, de 10 anos de vida, seria perfeito.

Engraçado foi o garçom que ficou muito reticente em nos vender um vinho velho. Ele tentou oferecer outros, mas não recuamos. Por fim ele nos explicou que muitas pessoas que não sabem apreciar um vinho mais evoluído, acabam não entendendo o vinho e devolvem, achando que está oxidado. Veja que desperdício.

Quando ele percebeu nosso “potencial”, nos trouxe o vinho feliz. Pedimos um decanter e o deixamos descansar por alguns minutos enquanto beliscávamos um pedaço de pão.

A cor do vinho era rubi, mas ainda sem sinais claro de evolução. Os aromas vieram forte ainda no decanter. Frutas secas como fico, tâmara, couro, terra molhada, tabaco e balsâmico. Ao dar o primeiro gole, confirmei toda fama que meu amigo João Filipe me vendeu desse grande vinho. De corpo médio, tem uma excepcional acidez, muitos taninos, bem finos, mas ainda firmes. Tudo muito integrado e equilibrado e um final longo que deixa aquele sabor de tostado na boca.

Grande vinho que fechou nossa viagem com chave de ouro!

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!