Começamos bem cedo nosso tour pelas vinícolas Uruguaias. Como já havíamos marcado com um outro produtor às 11:00hs, resolvemos passar antes na H. Stagnari que era no caminho.

A H. Stagnari é uma tradicional vinícola uruguaia, que através de seu fundador Héctor Stagnari, iniciou em 1978 o plantio de seus vinhedos na região do Salto, que fica a 500km ao norte de Montevidéu. Nesta região de grande amplitude térmica, ele descobriu o lugar perfeito para o plantio da uva tannat, uva ícone do Uruguai. Eles tem vinhedos em Salto e também em Montevidéu. Em Salto eles cultivam as uvas tintas e em Montevidéu as uvas brancas.

Interessante ver que por lá, eles também estão experimentando o cultivo de uvas não tão comuns como a Marselan.

Como chegamos sem avisar, acabamos pegando carona numa visita que já estava começando e demos um giro pela bodega. A bodega é pequena, muito bonita, bucólica e bem cuidada. Conhecermos as instalações onde se produzem os vinhos e a cave onde ficam as barricas de carvalho, poucas por sinal, já que muitos de seus vinhos não passam por madeira. Por último visitamos a sala, onde se rotulam manualmente garrafa por garrafa.

Após a visita, fomos para a sala de degustação onde se podem ver prêmios e mais prêmios recebidos pelos seus vinhos. Placas e medalhas até o teto, literalmente. Provamos alguns vinhos interessantes:

Hastagnari Chardonnay 2011
Um chardonnay de cor dourada, aroma floral, mel e fruta branca adocicada, mas com boa acidez e bastante corpo. Não passa por madeira.

HStagnari Blush
Um frisante feito de Moscato com um toque de Tannat para deixá-lo rosado. Simples, fresco e aromático. O curioso foi abrir a tampa de rosca e ver uma rolha. Não entendi esse excesso de precaução.

HStagnari Petit Verdot 2010
Esse petit verdot 100% não passa por madeira. Muita fruta negra, acidez baixa, final com toque tostado e defumado. Os 16% de álcool não aparecem, mas deixam o vinho um pouco doce demais.

HStagnani Syrah 2010
Um syrah muito esturutado, taninos vivos, boa tipicidade, aromas de couro, especiarias, pimenta. Também não passa por barrica de carvalho. Gostei bastante.

HStagnari Viejo 2009
O mais famoso e premiado vinho deles. Um tannat 100%, bem típico com muito aroma de fruta negra, couro, tabaco, fumaça e terra molhada. Na boca é bem equilibrado, taninos em grande quantidade e final longo. Um grande vinho.

Vale a pena visitar a H. Stagnari. As pessoas são muito profissionais e atenciosas, mas é bom lembrar que não há estrutura de hotel e nem restaurante, por isso é recomendado ligar antes para fazer sua reserva para visitação e degustação.

Abaixo você pode mais fotos da bodega e dos vinhos que provei:

[epa-album id=”7221″ show_title=”true” display=”full”]

>> Veja aqui o roteiro completo desta viagem ao Uruguai

 

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!