Chegamos ao hotel em Montevidéu mais de 19:00hs e com aquela fome. Perguntamos então à atendente se ela tinha alguma dica de restaurante perto do hotel, já que não queríamos sair de carro novamente. Ela indicou então o El Fogón, uma tradicional “carniceria”, como eles dizem por lá.

Ao chegar percebemos mesmo todo esse peso tradicional. Uma restaurante antigo, mas bem cuidado, frequentado por famílias inteiras de uruguaios em sua grande maioria, o que nos deixou tranquilos. Um restaurante familiar e confiável.

Para iniciar os trabalhos da viagem e experimentar um pouco de tudo, pedimos um prato combinado, com um mix de chorizo, ancho, rim e costela de ripa, acompanhado de batatas e legumes assados. O vinho? Tannat, é claro.

Olhamos a carta e vimos coisas muito interessantes como um Abraxas 2002, mas deixamos para outra oportunidade. Resolvemos escolher o Gimenez Mendez Alta Reserva Tannat 2010, um vinho muito escuro, jovem ainda, com muito aroma de frutas negras como ameixa além do toque terroso e couro. No paladar não menos frutado, intenso, boa acidez, taninos em grande quantidade, mas polidos, prontos.

Harmonizou lindamente com a carne tenra e generosa, temperada com pouco sal.

Ótimo tannat. Excelente começo.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!