Esse vem de um dos grandes produtores do Chile, a Cono Sur. Uma vinícola que não segue a onda global de vinhos potentes e alcoolicos, muito pelo contrário. Provei recentemente outros rótulos desse produtor e sua receita é consistente – vinhos elegantes, equilibrados que preservam a tipicidade das castas.

Esse cabernet sauvignon é assim e com 5 anos de vida está excelente, vivo, aromas de frutas negras como ameixa, chocolate, levemente floral e um toque balsâmico. Taninos finos, corpo médio, boa acidez e final tostado.

A elegência desse vinho me lembrou de outro chileno que provei outro dia, o Casas del Bosque Carignan que falei aqui.

Ótimo vinho. Se tiver um em casa, a hora é essa.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!