Ganhei da Vanessa duas garrafas desse curioso vinho. O Ces’t la Vie, feito pelo produtor francês Albert Bichot, tem uma proposta muito moderna que começa no rótulo. Com uma estética muito  descontraída, parece que os rótulos foram desenhados à mão em duas versões – um branco e um tinto.

O Ces’t la Vie Branco 2011 é um feito de um corte de chardonnay e sauvignon blanc. Dourado na taça, apresenta aromas de frutas cítricas como abacaxi e maracujá, bastante mineral e no paladar também é muito frutado e fresco.

Já o Ces’t la Vie Rouge 2009 é um tinto feito de pinot noir e syrah. Aroma intenso de cereja fresca, toque de pimenta preta e o paladar também é bem fresco, frutado, acidez alta, ligeiro.

Como sempre, um bom “vin de pays” (vinho de mesa) francês agrada e se a proposta era de um vinho para um happy-hour, acertaram em cheio. Ambos foram companhia perfeita para os pães, patês e frios. Como são bem gastronômicos marcados pela acidez, acredito que harmonizam com pratos mais condimentados.

Além do mais, é difícil você colocar uma garrafa dessa em cima da mesa sem chamar a atenção. Por alguns minutos, foi o assunto da mesa.

Diversão garantida por menos de 50 reais.

 

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!