Na noite em que conhecemos o novo cardápio do DUO, os vinhos escolhidos para a harmonização foram bem distintos e surpreendentes.

O primeiro foi o Araja 2008, um vinho produzido na Sardenha, uma ilha que fica na Península Itálica. É um corte interessante das uvas carignano e sangiovese que resulta num vinho de muita personalidade. Aromas intensos de frutas vermelhas frescas, muito mineral e um toque de couro. No paladar apresenta bastante acidez, médio corpo e taninos presentes e domados.

O segundo foi ainda mais interessante e complexo. O Cygnus 2008 é produzido na Sicília e é um corte das uvas nero d’ávola e cabernet sauvignon, onde prevalece a primeira. De cara, percebemos que o negócio era bem sério. Aromas de fruta negra, couro e tabaco, provavelmente vindos do 14 meses que passa em barricas de carvalho francesa. Na boca, assim como o primeiro, tem bastante acidez, taninos finos e final muito longo. Belo vinho.

O primeiro, harmonizou melhor com a simplicidade do primeiro prato por também ser mais fresco e ligeiro, já que não passa por barricas de carvalho. Já o segundo, mesmo mais complexo, não passou por cima da delicadeza do segundo prato, pois é um vinho muito elegante. Na mistura das uvas, acho que a cabernet sauvignon foi o toque de mestre para domar a rusticidade da nero d’ávola.

Veja aqui os pratos desta ótima noite.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!