tonino01

Tonino Lamborghini é filho de Ferruccio Lamborghini, criador da lendária marca de carros Lamborghini. Diferente do pai que se dedicou aos carros, Tonino resolveu criar acessórios. Em 1981, por exemplo, lançou um relógio com a famosa marca de carros e foi um sucesso imediato. A partir daí, expandiu sua linha, criando perfumes, óculos, acessórios para os carros, celulares, enfim, uma gama de produtos com o DNA da marca, que segundo seus criadores, expressa o “Puro Talento Italiano”.

No vinho não foi diferente e para que o líquido tivesse o mesmo nível de qualidade dos demais produtos, Tonino contratou o enólogo Stefano Agazzi, que ficou responsável por  selecionar 15 vinícolas de diversas regiões da Italia como: Piemonte, Toscana, Emilia-Romagna, Vêneto, entre outras. Destas vinícolas, só extraem as melhores parcelas e engarrafam os vinhos sob as marcas Palazzo Del Vignola e Sangue di Miura.

tonino02

O enólogo Stefano Agazzi apresentando os vinhos

Além dos belos vinhos que provei no almoço promovido pela Casa do Porto, pude ver de perto o nível de detalhe e cuidado com que eles tem em suas embalagens. O espumante champenoise, por exemplo, só são engarrafados em garrafas magnum, que segundo o enólogo, faz com que a evolução seja mais lenta e se obtenha um espumante mais complexo.

tonino03

Detalhe do rótulo belo e rústico feito em cerâmica

O rótulo é o que mais impressiona. São todos esculpidos em cerâmica e pintados à mão, um a um. Todo esse cuidado e qualidade tem seu preço, mas que se percebe claramente neste que não e só vinho, mas sim um autêntico artigo de luxo.

O conteúdo das garrafas também não decepciona. São bem feitos e alguns até bem exóticos. Vinhos de uvas raras ou cortes inusitados, te fazem passar um bom tempo degustando. Uma verdadeira experiência sensorial. Vamos aos vinhos:

Sangre de Miura Espumante Champenoise (R$ 730)
Vem da região da Emilia-Romagna. O vinho passa 4 anos fermentando em garrafas magnum. Aromas bem cítricos, toques de tostado e brioche. No paladar a persistência é longa, muita acidez mas muito equilibrado e macio.

Sangre de Miura Vermentino (R$ 340)
Produzido no Sul da Toscana. Um vinho branco orgânico, feito da uva vermentino. Cor palha dourado, no nariz muita fruta tropical como abacaxi em calda, um leve herbáceo, além do toque amanteigado e baunilha. Na boca é macio, acidez média e persistência também bem longa.

tonino04

vermentino no decanter para potencializar seus aromas

Sangre de Miura Braccheto (R$ 360)
Braccheto é o nome da uva, mas que lembra muito a pinot noir num primeiro momento. Cor rubi clara, aroma intenso de cereja fresca, flor e um toque de erva doce. Levíssimo na boca e todos os sabores repetem os aromas. Levemente adocicado no primeiro gole, mas o final é bem seco. Muito diferente!

Sangre de Miura Gutturno (R$ 270)
Outro corte inusitado de 60% barbera e 40% bonarda. Tambem vem da região da Emilia-Romagna e muito diferente assim como o anterior. No nariz lembra muito um jerez por causa do toque salgado. Também tem notas de cereja, framboesa e forte balsâmico. Bem leve também e taninos finíssimos.

Sangre de Miura Brunello de Montalccino 2007 (R$ 720)
Um brunello típico e pronto para beber. Aromas terrosos, carne, fruta secas, caixa de charuto, taninos já arredondados e acidez moderada.

tonino06

O rótulo diferenciado do brunello

Villa Oppi Bonarosa
Um dos mais inusitados do dia, esse raro vinho tinto de sobremesa, feito da uva Croatina, lembra muito um vinho madeira com notas de chá preto, mel, frutas cristalizadas, acidez equilibrada. São produzidas apenas 600 garrafas e segundo o produtor, é o par perfeito para o chocolate.

tonino07

Os vinhos da Tonino Lamborghini são vendidos na Casa do Porto

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!