restaurante01

Iniciamos nossa primeira degustação da viagem no magnífico restaurante Experiencia del Fin del Mundo, que pertence à Bodega del fin del Mundo. Fica no charmoso bairro Palermo Hollywood, em Buenos Aires. Um salão espaçoso com iluminação aconchegante e todas as paredes revestidas de pedras, vindas diretamente da região da Patagônia. Além do lugar, a comida é ótima. Um show para os cinco sentidos.

Quem nos recebeu foi Andrés Rosberg, Presidente da AAS, Associação Argentina de Sommeliers. Além dele, estavam conosco Santiago Bernasconi da Bodega NQN e Carolina Petter, da Bodega Familia Schroeder.

Antes de iniciarmos a degustação, Andrés Rosberg, Presidente da AAS – Associação Argentina de Sommeliers, fez uma apresentação com informações sobre a vitivinicultura argentina: contou um pouco sobre a história, detalhou estatísticas e números da produção atual e projeção para os próximos anos, bem como informações específicas e características de cada região produtora.

Assim que a apresentação terminou, iniciamos a degustação dos vinhos da região da Patagônia. Degustamos 12 vinhos de 3 vinícolas: Bodega NQN, Bodega del Fin del MundoBodega Familia Schroeder:

> Bodega NQN <malma

Começamos com os vinhos da Bodega NQN, que aqui no Brasil tem no rótulo a marca Malma. São vinhos especiais e de grande personalidade:

Malma Salvignon Blanc 2011
Um sauvignon blanc bastante marcado pela mineralidade e fruta cítrica, como maçã verde, além do leve toque herbáceo. Paladar fresco e acidez equilibrada.

Malma Malbec 2009
Sobressai o toque tostado, tabaco e a fruta vermelha fresca. Paladar picante, boa acidez fresco e taninos finos. Um malbec que sai da mesmice.

Malma Blend Universo 2009
Um corte de 60% malbec e 40% de cabernet sauvignon. Notas de caramelo, café, geléia de framboesa e cassis. Na boca é bastabte frutado, corpo leve, taninos firmes e final longo. Gostei bastante.

Espumante Malma Extra Brut Cuvee Reserve
Um espumante feito pelo método tradicional com 75% de pinot noir e 25% chardonnay. Cor levemente rosada e perlage muito fina e persistente. Aromas de morango fresco, fruta cítrica leve morango e um toque de fermento. Na boca é cremoso, bastante frutado e adidez na medida. Um belíssimo espumante.

 

Clique aqui para ler minhas impressões sobre os vinhos da Bodega del Fin del Mundo <

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!