A Bodega San Pedro de Yacochuya fica em Cafayate, cerca de 190km da cidade de Salta, a 1.600mt de altitude. Sua produção é praticamente toda voltada para a uva malbec com algumas pequenas parcelas de torrontés e tannat. A bodega tem como sócio o famoso Michel Roland, que em 1998 foi convidado pela familia Etchart, para dar consultoria para a bodega em troca de uma participação societária. Ele aceitou e fez uma verdadeira transformação na forma de produzir vinhos por lá.

by06

A bodega é relativamente pequena e a cave armazena cerca de 300 barricas 100% francesas.

by10

O estilo dos vinho de Yacochuya reflete a marca degistrada de Roland – vinhos de muito corpo e estrutura provenientes das uvas de longa maturação debaixo do Sol impiedoso da região.

* veja mais fotos no Facebook -> http://www.facebook.com/diariodebaco

Os vinhos são divididos em 3 linhas:

  • Coquena
    linha básica feita com uvas próprias e compradas de outros produtores.
  • San Pedro
    linha intermediária. soment uvas próprias de vinhedos de cerca de 10 anos
  • Yacochuya
    top de linha, feitos apenas com vinhas próprias e com vinhedos de até 100 anos.

Abaixo seguem as impressões dos vinhos que provei:

Torrontes 2012
Um torrontés leve e despretensioso, com predominância de frutas cítricas e leve floral.

San Pedro de Yacochuya Torrontes 2012
Esse torrontés tem a fruta tropical madura mais intensa e marcada, paladar macio e untuoso. Aparece um leve amanteigado no final de boca.

Coquena Tannat Rosé 2012
Interessante rosé de tannat, com muita cereja fresca, groselha e notas de terra molhada.  Na boca também mantém a fruta amparada pela ótima acidez.

Coquena Malbec
O tradicional e leve malbec com fruta negra fresca, pimenta e um toque diferente de defumado. Na boca é muito frutado, taninos em grande quantidade e o toque de defumado se repete.

San Pedro de Yacochuya Tinto 2010
Um blend de 80% de malbec e 10% cabertnet sauvignon. Muita fruta negra como ameixa, notas de pimentão e chá preto. No paladar, além da fruta em abundância, o herbáceo aparece. Taninos rústicos e ainda um pouco verdes. Corpo médio.

Yacochuya 2009
O top da bodega feito de malbec com uma pequena parcela de 5% de cabernet sauvignon. Aroma interessante com notas de carne crua, azeitona preta, especiarias. Na boca muitos taninos, acidez elevada, além da fruta negra madura adocicada que enche o paladar.

Clique aqui para ler a série completa de posts sobre minha viagem com Wines of Argentina <

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!