A história dessa vinícola é das mais interessantes e lembra aquelas inesquecíveis histórias de amor. A enóloga Elvezia Sbalchiero, depois de trabalhar anos na área de marketing em uma empresa especializada na impressão de rótulos de vinho e depois mais uma temporada em Londres, resolveu se mudar para a Sicília, como diretora comercial de uma vinícola. Foi neste momento que o destino a fez conhecer o homem que mudaria sua vida, o enólogo californiano Mark Shannon. Os dois logo se apaixonaram e resolveram buscar um lugar para viver e produzir seus próprios vinhos.

amano-branco

O lugar escolhido foi uma ilha, a Sícília e desta união, nasceu a vinícola A.Mano, que produz vinhos autênticos, em boa parte feitos de uvas típicas da região, como por exemplo: Primitivo, Greco e Fiano Minutolo. Provei os vinhos desses talentosos enólogos e me surpreendi com tanta personalidade:

clique acima para visualizar os rótulos

A-Mano Bianco IGT 2012 (R$ 77)
Esse vinho branco dos mais interessantes, é feito de um corte de 2 uvas bem radas por aqui – greco e fiano minutolo. Na taça apresenta uma linda e brilhante cor dourada. Os aromas são bem marcantes de fruta tropical, como abacaxi em calda e um toque de damasco. Na boca também se percebe muita fruta tropical e um toque gostoso cítrico. Tudo isso amparado por uma ótma acidez.

Promessa Orgânico 2009 (R$ 60)
Um dos que me surpreenderam pela relação qualidade/preço. Feito de um corte de syrah e merlot, tem um toque defumado interessante, além da fruta vermelha bem intensa. Um vinho bem leve, de taninos finos e muito equilibrado.

A.Mano Negroamaro 2008 (R$ 77)
Negroamaro é uma uva típica de outra região, a Púglia, mas se produzem vinhos interessantes como esse. Não tão complexo em seus aromas, mas um paladar bem marcante de frutas vermelhas frescas como cereja e um toque tostado.

A.Mano Primitivo (R$ 77)
A uva Primitivo é a mesma chamada Zinfandel na California. Esse é mais simples e direto. Fruta vermelha fresca, toque de café torrado, acidez equilibrada e taninos finíssimos.

A Mano Prima Mano IGT 2008 (R$ 101)
Esse primitivo dá um grande salto em relação ao anterior. Acidez espetacular, muita fruta negra fresca como ameixa e cereja e toque de tostado e defumado. Delicioso.

A.Mano Imprint Appassito IGT 2012 (R$ 90)
Simplesmente um 100% Primitivo feito como se fosse um Amarone. As uvas ficam secando por 5 semanas e depois prensadas. Como resultado um vinho de aromas intensos de frutas negras como cereja e framboesa, notas de frutas secas, mas diferente de muitos Amarones “pesados”, esse vinho tem bastante acidez o que o deixa bastante delicado e elegantes.

Os vinhos da A.Mano são importados pela Ravin.

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!