No último dia do ano, recebi um email do Vivino, com um elegante infográfico resumindo o crescimento da rede social em 2013. Se você ainda não conhece, deveria. O Vivino surgiu como um aplicativo muito simples – você aponta a câmera do seu smartphone para o rótulo do vinho e como num passe de mágica, as informações sobre ele aparecem, incluindo comentários e notas de outras que já o beberam. Muito simples e muito útil para quem precisa de uma opinião antes de comprar.

vivino-telas

O aplicativo cresceu tanto e conectou tanta gente, que se transformou numa rede social de mais de 3 milhões de pessoas.

Muita gente adora pela facilidade, mas muitas outras criticam porque as informações que são deixadas sobre os vinhos, como notas de degustação ou pontuações, não irrelevantes, já que a grande massa de usuários não são considerados “experts” no assunto.

Mas por que deu tão certo? Em primeiro lugar porque é MUITO simples. Nada de etiquetas como códigos de barra, nada de cadastros complexos. É só apontar a câmera e ele acha o vinho. Pronto. Segundo, porque existe um RANKING e onde há ranking, há competição. E como as pessoas gostam de competir meu Deus!

E e interessante é que o Vivino não está sozinho. Existem dezenas de aplicativos concorrentes, desenvolvidos dentro e fora do Brasil, mas nenhum com tamanha simplicidade. Enquanto a maioria está cambaleando, o Vivino segue em frente com enorme vantagem. Recentemente recebeu um aporte de 10 milhões de dólares de um grupo de investidores para aplicar ainda mais seu alcance (leia aqui). Veja os números:

vivino

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!