Você sabia que a região de Israel é considerada o berço da vinicultura? Isso mesmo, a produção de vinho começou nesta região, há mais de 5.000 mil anos. Durante o domínio romano, a cidade de Gaza, que hoje é um território em constante disputa por judeus e palestinos, era a principal cidade por onde se escoava toda a produção dos vinhos da região.  Mais tarde, com a dominação muçulmana entre o século VII e XIX, todos os vinhedos foram destruídos e a produção do vinho foi completamente interrompida por convicções religiosas.

Só recentemente, a partir dos anos 70, os vinhedos foram replantados e a produção retomada. Desde então muito vinho bom vem sendo produzido por lá.

 

Golan Heights Winery

Para saber um pouco mais sobre a vinicultura da região e provar alguns exemplares de lá, fui convidado para uma degustação dos vinhos da vinícola Golan Heights, uma grande vinícola de Israel, diga-se de passagem. Eles produzem 6 milhões de garrafas por ano e representam 75% da produção de vinhos do país. Como a produção é relativamente jovem (30 anos), eles tem cultivado diversas variedades de uva, hoje no tal de 26. O objetivo é descobrir quais delas tem maior potencial de adaptação e quais vão traduzir no vinho,  a identidade do terroir da região.

Provei 5 vinhos:

Yarden Chardonnay 2012 (R$ 99)

yarden-01

Cor dourada, aromas bem frutados que lembram abacaxi e pêssego em calda e um toque de baunilha. No paladar é gordo, frutado, leve amanteigado e acidez moderada. Me lembrou muito o estilo do chardonnay californiano.

Yarden Pinot Noir 2014 (R$ 187)

yarden-02
Cor vermelha atijolada, notas de tostado, fumo, fruta mais passada, especiarias e um toque defumado. Não boca se repete a fruta passada, o defumado e o final de café torrado. Não é um pinot noir óbvio. É bom, diferente  e vale a pena provar.

Yarden Cabernet Sauvignon 2009 (R$ 203)

yarden-03

É aquele tipo de cabernet sauvignon parrudo, suculento, com aromas de fruta negra bem madura, tostado e um toque de mentolado. Na boca também tem bastante potência, muito corpo e estrutura com taninos em grande quantidade. 15% de álcool bem equilibrados.

Yarden Cabernet Sauvignon 2001

yarden-04

Provamos em seguida o mesmo CS acima, só que 2001, mostrando como o vinho pode evoluir com o tempo. E como evoluiu bem. A potência deu lugar à elegância e as notas de fruta mais passada, o toque de balsâmico estão lá. A acidez é alta e os taninos redondos. Impressionante evolução por 13 anos.

Yardem Muscat (R$ 87)

yarden-05

É um vinho de sobremesa branco fortificado. Muito leve, boa acidez e com aromas de marmelada, laranja e mel.

Importante lembrar que todos os vinhos da Golan Heights são kosher, ou seja, são produzidos obedecendo às leis judaicas.
O vinhos  da Golan Heights você encontra na Inovini.

Veja aqui outras degustações que participei >

QUER SABER MAIS? DEIXE AQUI SUA DÚVIDA OU COMENTÁRIO!