Aproveitando que no próximo sábado é dia 29, o tradicional dia do Nhoque da Fortuna ou Nhoque da Sorte, adivinhem qual é a receita de hoje? Dizem que comer nhoque todo dia 29 de cada mês traz fortuna e sorte, então, na dúvida, é melhor seguir a tradição!

Você conhece a lenda? Minha avó contava que num dia 29 de dezembro em uma cidadezinha da Itália, São Pantaleão, vestido de mendigo, bateu nas portas das casas pedindo um prato de comida. Numa dessas casas, mesmo com a família grande e a comida pouca, foi acolhido e, na divisão, cada um ficou com 7 nhoques.

São Pantaleão agradeceu e se foi e, quando a família foi recolher os pratos, viu que havia moedas embaixo de cada um deles. A partir daí surgiu o ritual de colocar uma nota ou moeda embaixo do prato todo dia 29 e comer os sete primeiros nhoques em pé, fazendo um pedido para cada um deles.

 nov27-nhoque-ossobuco

Nhoque da Fortuna com Ossobuco
(2 pessoas)

Massa:
– 500g de batatas
– 1 ovo
– 1 colher de sopa de manteiga
– Farinha de trigo
– Sal, pimenta e noz-moscada a gosto

Molho:
– 2 pedaços de ossobuco com cerca de 200g cada
– 1 cebola picada
– 4 dentes de alho
– 1 lata de tomates pelados
– 1 colher de sopa de azeite
– 1 taça de vinho tinto

– Manjericão fresco
– Sal, pimenta

Embrulhe as batatas inteiras e com a casca em papel alumínio e asse no forno por cerca de 40 minutos (200 graus). Enquanto a batata assa, faça o molho.

Doure os pedaços de ossobuco em uma panela com o azeite, junte a cebola, o alho e tempere com o sal e a pimenta. Coloque o vinho tinto e deixe evaporar um pouco do álcool. Em seguida junte a lata de tomates pelados (pode ser picado grosseiramente ou batido no liquidificador) e o manjericão. Verifique o sal e a pimenta. Cozinhe em fogo baixo, pingando água se necessário, por cerca de 1 hora e meia, até que esteja bem macio (se usar a panela de pressão, cozinhe por cerca de 40 minutos).

Retire as batatas do forno, deixe esfriar um pouco, descasque e amasse. Misture a manteiga, o sal, a pimenta, a noz-moscada e o ovo. Vá acrescentando a farinha aos poucos, até desgrudar das mãos. Não coloque muita farinha para que o nhoque não fique pesado. Faça os rolinhos, corte e reserve.

Cozinhe o nhoque na água fervente até subir, cubra com o molho e o ossobuco e sirva.

Para acompanhar, um bom vinho italiano sempre é a melhor opção: um Chianti, um Nero d’Ávola ou um Primitivo de Mandúria.

Beijos e até a semana que vem!

– Veja aqui outros Menu de Baco